Tudo que você precisa saber sobre os fundos ESG

Quem é o mercado financeiro?

Para entender “o que” é o mercado financeiro, é válido começar pela pergunta “quem” é o mercado financeiro. Podemos dividir os participantes do mercado financeiro em três categorias: emissores, investidores e intermediários. 

  • Os emissores emitem os títulos que podem ser crédito ou ações. Eles buscam atrair investidores para financiar seus projetos.

  • Os investidores adquirem títulos ou ações para ajudar os emissores a executarem seus planos.

  • Os intermediários fazem a ponte entre esses dois agentes. Geralmente são corretoras .

Além desses três agentes existem instituições que regulam legalmente esse processo, supervisionando o mercado financeiro e fiscalizando as transações. Exemplo de uma instituição regulamentadora é o Banco Central. 

Dito a estrutura básica do mercado, podemos deduzir seu objetivo principal, que de forma simples e objetiva é alinhar os objetivos de quem tem dinheiro e quer aumentar seus rendimentos a quem tem um projeto e não possui dinheiro suficiente para manter. 

Mas o que isso tem a ver com ESG?

Devido a uma mudança de mentalidade das indústrias, os investidores estão optando por investir em empresas com uma conduta ESG. Segundo a Forbes, em 2020 foram criados 85 fundos de investimentos voltados para a sustentabilidade, comparado a 9 do ano de 2019. 

Características de um fundo ESG:  

  • As empresas participantes são passadas por uma seleção criteriosa de condutas ambientais, sociais e de governança. Depois dessa análise é feita uma gestão de fundo. 
  • Geralmente negócios alinhados ao ESG possuem menos volatilidade.
  • É eleita uma campeã de sustentabilidade em cada setor.

A longo prazo, empresas inseridas nesses fundos encontram mais resultados, uma vez que se consolidam de forma “verde” no mercado.  

Pontuações e critérios

Sabendo o papel dos investidores, dos emissores e dos intermediários. Sabendo também a dinâmica de um fundo ESG. Vamos aos indicadores, afinal o que de fato importa: 

Fonte: SSC10

Cada letra da sigla significa uma série de critérios. O ambiental se preocupa com a sustentabilidade. O de governança com a gestão. E o social com a sociedade.  Na foto é possível ver exemplos de cada critério. 

Mas o que realmente tornou o esg uma tendência? 

Em primeiro lugar, vem da mudança do capitalismo shareholder para o stakeholder. 

Shareholder x Stakeholder 

  • Shareholder são acionistas do mercado financeiro. O principal foco do capitalismo shareholder é o retorno financeiro. 
  • Stakeholder são todas as partes interessadas na sua organização. Na prática são todos envolvidos no seu negócio, desde clientes, acionistas, fornecedores, colaboradores, entre outros. 

A mudança diz tudo sobre ESG, pois um capitalismo shareholder visa sobretudo o lucro, o capitalismo stakeholder visa além do lucro, como uma organização se relacioona com seus públicos. 

Em segundo lugar, a mentalidade da geração Z é muito mais consciente, ou seja, os adultos de hoje em dia cobram muito mais posturas sustentáveis. E essa sociedade vai agregando valor ao ESG. 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
Tudo que você precisa saber sobre os fundos ESG - GeoInova
17 de março de 2022 23:21

[…] da notícia : https://geoinova.com.br/tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-os-fundos-esg/ Data da publicação : 2022-03-16 17:18:01 #Tudo #você #precisa #saber #sobre #fundos #ESG […]

CONHEÇA NOSSA SOLUÇÃO
VEJA ESSES TAMBÉM
CATEGORIAS
Categorias

Preencha os campos abaixo e aguarde a próxima página carregar: