O monitoramento por imagem e o desmatamento na Amazônia

Segundo dados de institutos de pesquisas ambientais, a Amazônia é o segundo Bioma que mais se desmata no território nacional. Portanto, o monitoramento por imagem de satélite é um mecanismo de levantamento de dados para a criação de leis que visam proteger essa área.

Por que o desmatamento da Amazônia é preocupante?

A Amazônia é um bioma que ocupa a região noroeste do Brasil e se estende até países como Peru e Bolívia, sendo que sua maior área está sob o território brasileiro. 

É considerada a floresta com maior biodiversidade do mundo, na sua região encontramos uma fauna com mais de 30 milhões de espécies e uma flora extremamente diversificada. 

A floresta amazônica exerce um papel vital para o mundo, ela age na manutenção dos solos e fertilidade, controla o ciclo hidrológico e protege a biodiversidade.

Logo seu desmatamento é extremamente preocupante para ambientalistas, pois a retirada de vegetação do bioma pode acarretar em mudanças drásticas no clima brasileiro, mudanças na ecologia de diversas áreas, fauna e flora se perderia, além de ser uma catástrofe ambiental. 

Por isso, foi criado o Imazon (Instituto do homem e meio ambiente da amazônia) cuja missão é promover a conservação e desenvolvimento sustentável na amazônia.  

Monitoramento por imagens para a preservação do bioma Amazônico 

O Imazon possui um sistema de alerta de desmatamento, através de imagens de satélites que ajudam órgãos de controle a planejar ações de fiscalização e combate a esses crimes ambientais. 

Com a assinatura do termo de critérios mínimos para operações com gado ou produtos bovinos no bioma amazônico, frigoríficos podem monitorar e encerrar contratos que utilizam áreas ilegais na Amazônia para pastos.

Sendo a pecuária o principal motor para a retirada da vegetação amazônica, as grandes empresas dessa indústria assinaram termos de monitoramento e sofrem pressões externas para não contribuir com esses pastos ilegais. 

Além disso, o extrativismo também segue sendo uma das práticas de desmatamento ilegal, imagens e técnicas de geoprocessamento podem detectar a área e o tipo de extração criminosa. 

Como funciona o monitoramento por imagem? 

O Brasil possui parcerias com alguns institutos internacionais, que fornecem essas imagens, entretanto já foi enviado para o espaço também um satélite 100% brasileiro o “Amazônia-1”. 

Seu principal objetivo é monitorar nosso bioma amazônico, de forma que seja possível controlar e diminuir seu desmatamento. 

O monitoramento combina imagens com diversos mapas digitais, por meio de Sistemas de Informações Geográficas (SIG), que qualificam o problema da área analisada. Também são utilizadas geotecnologias para fazer toda a gestão do espaço. Com o resultado dessa análise são montadas políticas públicas de prevenção  e reflorestamento. 

Em suma, o monitoramento digital possui uma gama de aplicações e é peça chave no controle de geo espaços. A GeoInova possui esse sistema, nós podemos trazer mais segurança para o seu negócio através de imagens de satélite. Conheça nossa solução!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
CONHEÇA NOSSA SOLUÇÃO
VEJA ESSES TAMBÉM
CATEGORIAS
Categorias

Preencha os campos abaixo e aguarde a próxima página carregar: